Americana "adicta/dependente" a abortos

Thursday, 15 October 2009



Uma americana esta causando controversia com o lancamento de seu livro no qual admite ser dependente de abortos/adicta a abortos, tendo realizado 15 procedimentos em 17 anos.

Os ciclos de gravidezes e abortos, que comecaram quando Irene Vilar tinha 16 anos foram puntuados por diversas tentativas de suicidio. Vilar foi aceita na Universidade de Nova Iorque quando tinha apenas 15 anos. No ano seguinte ela se apaixonou e casou com um professor de literatura latino-americana que tinha 50 anos e nao queria ter filhos. Vilar afirma que em resposta, se rebelou "esquecendo" de tomar a pilula.

"No comeco eu tomava a pilula e as vezes pulava um dia ou dois ou deixava de tomar por um mes", Vilar disse em um programa de televisao. "Com o passar do tempo havia um "high" (excitacao, viagem). Eu ficava menstruada e triste, e quando eu descobria que estava gravida, ficava com medo, mas tambem muito excitada." Ela afirma que realizava os abortos para que o marido nao a abandonasse mas "' 'e claro que eu nao queria repetir isso de novo e de novo. Um drogado tambem quer parar o tempo todo mas nao consegue."

O livro tambem detalha as tragedias pessoais de Irene Vilar, como a av'o que se tornou presa politica e a mae que se matou ao se jogar do carro em movimento, enquanto Irene, entao com 8 anos, a tentou salvar.




O livro Impossible Motherhood: Testimony of an Abortion Addict publicado ha 3 dias tem chocado os americanos tanto pro quanto contra aborto.

Para saber mais leia: transtorno de personalidade borderline

Posted by Vanessa Marsden at 10:23  

0 comments:

Post a Comment