História de superação das drogas II

Sunday, 29 November 2009

Pelo que me parece há no momento marketing sobre uma novela que esta ou estara no ar no Brasil que se chama Viver a Vida, na qual o tema é superação. Não sei nada sobre o assunto pois estou a morar fora do país desde 2005. O que sei é que tenho recebido recentemente inúmeros links com histórias de pessoas reais que têm lutado e vencido doenças e tragédias pessoais. Independentemente do porquê elas estão a circular na internet no momento, acredito que estas histórias têm seu lugar como textos de motivação e por isso resolvi lhes dar espaço neste blog. Hoje recebi estas histórias que estão em um site do portal Globo.






sáb, 24/10/09por TV Globo
categoria Drogas
tags Rosalina Silva
Rosalina tinha uma relação muito difícil com a sua família. Sofreu abusos por parte de seu pai, que também não a deixava estudar, pois achava que mulher só servia para ser dona de casa e esposa. A mãe era omissa e isso só dificultava sua vida. Quando seus pais se separaram, Rosalina começou a estudar, mas logo depois eles reataram o casamento e ela foi tirada da escola. Aos 13 anos de idade, começou a namorar um rapaz de 21 anos. Com ele começou a fumar, beber e, com 17 anos, ficou grávida. Casaram e tiveram 3 filhas. Depois de um tempo separaram e Rosalina começou a usar drogas pesadas, casou de novo e através de uma amiga, conheceu a heroína. Gastava todo o seu dinheiro com drogas, vendia tudo que possuía e vivia alcoolizada. Viu muitos amigos morrerem de overdose, se envolveu com traficantes e sua vida começou a ser destruída pelo vício. Aos 40 anos de idade, sua netinha disse que, toda vez que ia visitá-la, ela estava bêbada e isso a deixava muito triste. Foi nesse momento que Rosalina reconheceu que precisava de tratamento. Foi um processo muito difícil, mas com a sua força de vontade e determinação, Rosalina conseguiu se livrar das drogas. Hoje, ela escreve poesias e desenha profissionalmente; já trabalhou com cinema, teatro e fez muitos cursos profissionalizantes, inclusive voltados para tratamento de dependentes químicos.

2 comments:

A novela também passa em Portugal. No fim de cada episódio passa um testemunho real (neste caso de uma pessoa brasileira) sempre um caso difícil que a vida lhe apresentou um dia (um filho que nasceu com uma doença que não tem cura, aquele dia em que viram uma parte do seu corpo ter de ser mutilada,etc.) e a forma de como superaram isso, acaba sempre como uma mensagem positiva de força e luz.

Exahmia said...
29 November 2009 13:16  

Que bom! Nao sou muito de novelas, mas fico feliz em saber que uma delas esta a tentar passar algo de positivo para a sociedade! A maioria das novelas glorificava o "jeitinho brasileiro" de levar vantagem em tudo, as custas de outros. Fico feliz com a mudanca de paradigma!

Vanessa Marsden said...
30 November 2009 02:44  

Post a Comment