A Ocupação na História da Psiquiatria

Saturday, 14 November 2009




Gêneses, Bíblia: O trabalho como punição. Após comer a maçã, Adão foi condenado a comer o pão do seu próprio suor.

Antiguidade

China: pensava-se que a doença mental era causada pela inatividade – 2600 A.C.
Grécia: Asclepíades – música, banhos e exercícios para tratar a doença mental
Hipócrates: recreação, literatura, etc. melhoram o estado de saúde. Hipócrates considerava o trabalho e a atividade curativos.
*Na Antiguidade a visão era de que a recreação melhorava a doença mental

Roma: Sorado de Éfeso – recomendava como meio de cura o teatro, a comunicação e a retórica


Idade Média


Mudança de paradigma. Pacientes eram exorcizados, castigados, queimados, principalmente por religiosos. Maleus Malleficarum – bruxaria.
Doentes eram perseguidos, queimados em praça pública. Famílias expulsavam doentes de casa (haviam muitos nas ruas) ou fechavam-nos no quarto.
Formação dos primeiros asilos na Europa. No início, foram criados para tratar os doentes, mas passaram a acolher também delinquentes e marginais. Doentes eram submetidos às mesmas punições

Renascimento











Bicêtre



Não trouxe alterações humanistas ao tratamento dos doentes. Trabalhos forçados, doentes eram mostrados como divertimento da população.
Ordens religiosas: experiências isoladas associadas ao tratamento humanista – Ordem dos Irmãos Hospitalares.
1656 – Luis XIV cria Bicêtre para homens e Salpetriere para mulheres

Após século 19

Tratamento Moral – William Tuke: York Retreat. Autodisciplina e trabalho
Philippe Pinel – Asilo Bicêtre.


Impressionado com as péssimas condições do asilo, a 24 de maio de 1762 conseguiu autorização para libertar os doentes. Instituiu luz, ar fresco, limpeza, áreas para andar, ateliers de trabalho e atitude compreensiva. Foi a partir de Pinel que a psiquiatria é definitivamente englobada na medicina
Pesotti (1966) Horários estruturados não devem ser impostos ao doente

William Halloran – “Neurose institucional” tem que ser combatida com rotinas para que os indivíduos sintam-se membros mais úteis da sociedade.

1 comments:

História da psiquiatria:
http://psiquiatriahistorica.blogspot.com/
Saudações

28 March 2010 at 21:21  

Post a Comment