Pacientes depressivos recebem mais opioides para dor crônica

Tuesday, 17 November 2009


Pacientes com dor crônica e história de depressão têm 3 vezes mais probabilidade de receber receitas de medicamentos opioides como oxicodona quando comparados a pacientes com dor que não sofrem do distúrbio mental.
A pesquisa, publicada no número November-December do periódico General Hospital Psychiatry analisou prontuários\fichas médicas de dezenas de milhares de pacientes entre 1997 e 2005 de uma seguradora americana. A prescrição de opioide a longo prazo foi definida como prescrições de 90 ou mais dias.
Segundo Mark Sullivan, co-autor da pesquisa e professor de psiquiatria na Universidade de Washington, os achados causam preocupação pois são generalizados e porque pacientes deprimidos são excluídos de praticamente todos os ensaios de drogas opióides por serem um grupo de risco para a toxicodependência.

A conexão entre dor e depressão é complicada. A dor crônica pode causar os sintomas depressivos e pacientes depressivos apresentam mais queixas de dor irresponsiva, o que leva a serem prescritos opioides. Além disso, o estado depressivo pode fazer com que a dor doa mais.

O estudo completo pode ser encontrado a seguir:

ResearchBlogging.org

Braden, J., Sullivan, M., Ray, G., Saunders, K., Merrill, J., Silverberg, M., Rutter, C., Weisner, C., Banta-Green, C., & Campbell, C. (2009). Trends in long-term opioid therapy for noncancer pain among persons with a history of depression General Hospital Psychiatry, 31 (6), 564-570 DOI: 10.1016/j.genhosppsych.2009.07.003

0 comments:

Post a Comment