Psiquiatra major mulçumano mata 13 e fere 31 em tiroteio em base americana no Texas

Friday, 6 November 2009

Treze pessoas morreram e pelo menos 31 foram feridas quando um major iniciou um tiroteio na maior base militar americana nos EUA. O major Nidal Malik Hasan, de 39 anos foi ferido pelas autoridades do Forte Hood e está em condição estável em um hospital.

O militar nascido na Virgína, EUA é um fervoroso mulçumano que se opõe à invasão do Iraque e Afeganistão pelos EUA e tropas aliadas.


Hasan é um psiquiatra empregado no Forte Hood para aconselhar tropas que retornaram do Oriente Médio. Ele deveria ser enviado ao Iraque até o fim deste ano. Familiares de Hasan relataram que o major também trabalhou como psiquiatra no Hospital Walter Reed Army Medical Center, em Washington, que trata essencialmente soldados gravemente feridos. Hasan trabalhou neste local por seis anos como interno, residente e por último em um estágio em Psiquiatria de desastres e Psiquiatria preventiva (Disaster and preventive psychiatry).

Há seis meses atrás, Hasan chamou a atenção das autoridades devido a posts sobre terroristas suicidas, nos quais os comparava a heróicos soldados que se jogam sobre uma granada para salvar a vida de seus camaradas. O major, que é solteiro e sem filhos, estava frequentemente envolvido em argumentos com outros soldados que apoiavam a guerra e tentou persistentemente impedir sua transferência para o Iraque.

Leia mais:
CNN
Psiquiatria transcultural - post anterior, leia a definição de Amok

Posted by Vanessa Marsden at 01:12  

0 comments:

Post a Comment