A (quase exclusiva) abordagem biológica das doenças mentais: até quando?

Friday, 27 November 2009


Para ler o artigo, clique na figura acima

3 comments:

This comment has been removed by the author.
ex ana said...
27 November 2009 at 06:53  

Cara Vanessa,
Li o seu artigo muito interessante. De forma documentada mostra um pouco, ao leitor comum (não especialista), os avanço e caminhos alternativos da psiquiatria.Parabéns!
p.s.- uma nota histórica não sei se a despropósito. Sobre a incidência/prevalência de doenças do foro psiquiátrico nas populações imigrantes. Recordo que li que há muitos séculos atrás havia escravos que morriam de banzo. O banzo seria uma espécie de saudade, de perda das referências -locais pessoas- que tinham deixado em África e de perda de liberdade. O banzo não teria a ver com as condições de trabalho (físicas) penosas, mas seria antes uma mágoa que de tão funda matava. (Ainda hoje se usa em Portugal a palavra 'banzado' mas com um sentido diferente, quando alguém fica muito admirado, fora de si)

ex ana said...
27 November 2009 at 06:55  

Ola ex ana. Tambem tenho acompanhado seu blog (gostei do dicionario de termos em psiquiatria).
Bem lembrado sobre o Banzo, vale um post...Lembro-me da minha mae cantando uma musica dos escravos. Esta musica foi passada de geracao em geracao e chegou ate mim. Definitivamente vou escrever sobre o assunto! Valeu a dica!

Vanessa Marsden said...
27 November 2009 at 06:59  

Post a Comment