Treinamento psiquiátrico em Transtornos Mentais do Espectro da Síndrome Fetal Alcoólica (TSFA) é "Inadequado"

Thursday, 5 November 2009

Uma pesquisa americana nacional em residentes em psiquiatria revelada ontem evidenciou que o treinamento em TSFA ou Fetal Alcohol Spectrum Disorders é inadequado e impreciso. Apresentada ontemno American Academy of Child & Adolescent Psychiatry 56th Annual Meeting, no Havaí, a pesquisa mostrou que 40% dos respondentes relataram ter recebido supervisão quando com um paciente com suspeita ou confirmação de TSFA; 70% nunca diagnosticaram um paciente com TSFA e 51% relataram nunca terem tratado um paciente com esta síndrome. Além disso 70% responderam que não se sentiam preparados para diagnosticar ou tratar a TSFA.

Diversos estudos demonstraram que o álcool pode afetar o desenvolvimento dos fetos humanos e causar a Síndrome Fetal Alcoólica SFA, que é definida por critérios diagnósticos. Acredita-se que a SFA afeta entre 1 a 2 partos a cada 1000 nos EUA.
O Transtorno da Síndrome Fetal Alcoólica (TSFA) é uma desordem mais amplamente definida e não requer os típicos traços faciais ou problemas de crescimento da SFA, mas sim exposição ao álcool e prejuízo no desenvolvimento do Sistema Nervoso Central (SNC). O transtorno afeta 1 em cada 100 nascidos vivos nos EUA
"Quase um quarto dos adultos com este transtorno apresentaram tentaivas de suicídio, 94% têm doenças mentais, quase metade foram encarceirados pelo menos uma vez, 80% não vivem independentemente e quase metade das mulheres com transtorno que tiveram filhos perderam a guarda das crianças. É realmente um espectro de doenças incapacitantes que afeta diversas pessoas" relata Dr. Roy Eyal, responsável pela pesquisa.




American Academy of Child & Adolescent Psychiatry 56th Annual Meeting: Abstract 2.20. Presented October 29, 2009.

Leia mais: Medscape

Posted by Vanessa Marsden at 05:35  

0 comments:

Post a Comment