Carta de suicídio da atriz Leila Lopes

Tuesday, 8 December 2009

Acabei de ler no site do Yahoo! Brasil:

A atriz brasileira Leila Lopes foi encontrada morta em seu apartamento na madrugada do dia 3, cercada de frascos de antidepressivos e com pratos com restos de comida misturados a veneno de rato. Junto dela estavam dois envelopes, um endereçado à família e o outro ao marido.


A família resolveu divulgar o seu documento. Leia abaixo, na íntegra, a carta deixada pela atriz:

"Não chorem, não sofram, eu estou ABSOLUTAMENTE FELIZ! Era tudo o que eu queria: ter paz eterna com meu Deus e, se possível, com minha mãe. Eu não me suicidei, eu parti para junto de Deus. Fiquem cientes que não bebo e não uso drogas, eu decidi que já fiz tudo que podia fazer nessa vida. Tive uma vida linda, conheci o mundo, vivi em cidades maravilhosas, tive uma família digna e conceituada em Esteio, brilhei na minha carreira, ganhei muito dinheiro e ajudei muita gente com ele. Realmente não soube administrá-lo e fui ludibriada por pessoas de má fé várias vezes, mas sempre renasci como uma fênix que sou e sempre fiquei bem de novo. Aliás, eu nunca me importei com o ter. Bom, tem muito mais sobre a minha vida, isso é só para verem como não sou covarde não, fui uma guerreira, mas cansei. É preciso coragem para deixar esta vida. Saibam todos que tiverem conhecimento desse documento que não estou desistindo da vida, estou em busca de Deus. Não é por falta de dinheiro, pois com o que tenho posso morar aqui, em Floripa ou no Sul. Mas acontece que eu não quero mais morar em lugar nenhum. Eu não quero envelhecer e sofrer. Eu vi minha mãe sofrer até a morte e não quero isso para mim. Eu quero paz! Estou cansada, cansada de cabeça! Não agüento mais pensar, pagar contas, resolver problemas... Vocês dirão: Todos vivem! Mas eu decidi que posso parar com isso, ser feliz, porque sei que Deus me perdoará e me aceitará como uma filha bondosa e generosa que sempre fui.
Aos meus fãs verdadeiros; aos jornalistas imparciais; ao Walter Negrão e sua esposa Orphilia; a LBV; ao Eduardo Gomes; ao prefeito de Itu, Herculano Neto e toda a sua equipe e ao meu amigo Zé meu muito obrigado. Às emissoras que trabalhei, obrigada. E aos colegas maravilhosos, muita luz! A todos os sites dignos que acompanharam a minha vida, SUCESSO! Ego, Esther Rocha, Thiago, Odair Del Pozzo, Felipe Campos, não se sintam esquecidos. Não posso citar nomes de amigas, pois aí seria um livro, mas Sueli você é a irmã que eu não tive. Márcia, seja sempre feliz amiga. Magrid, obrigada por tudo! Andréia, do TV Fama, beijo amiga. Tadeu (di Pietro) cadê você??? Desculpe a quem eu esqueci, a vida foi muito mais maravilhosa do que sofrida para mim. Obrigado Jesus, Nossa Senhora e meu Deus, perdoem-me e recebem-me como a filha honesta e bondosa que sempre procurei ser! Fiquem com Deus, todos! Leila Lopes.

Se existe sentimento maior que o amor, eu desconheço!"

Ao ler esta notícia, lembrei-me de um livro interessante para quem trabalha na área da saúde mental: Em Portugal o livro chama-se "Vou-me embora - cartas suicidas" de Udo Grashoff (Let Me Finish, em inglês. Acho que o livro não foi traduzido no Brasil).
Neste livro o autor, um acadêmico alemão, juntou 45 notas suicidas (desde extensas cartas a pequenas notas). O livro é mórbido, não há dúvida, mas sua leitura é altamente interessante.

Posted by Vanessa Marsden at 09:52  

2 comments:

Olá Vanessa!!!

Gostaria de adicionar aqui minha carta de suicídio.

Decidi o suicídio após tomar conhecimento de quem Jesus Cristo é e entender que toda a história do homem está intrinsecamente ligada a ele, ou seja não há o que falar do homem e sua história sem Cristo, é impossível viver sem ele.
Por isso decidi viver acreditando em tudo o que Cristo deixou escrito por meio de seus discipulos e profetas, ou seja, nos escritos da Bíblia, o qual a base para essa nova vida é acreditar (dar valor, crédito) a Jesus Cristo para receber dele uma nova vida que só Ele pode dar para aqueles que crerem nele. (João 3:16).

A esperança da fé (que é acreditar mesmo não vendo, apenas esperando) é justamente morrer para o mundo como um suicídio mas neste caso não matamos o corpo, matamos nossas vontades e desejos (inclui aqui nosso conhecimento e sabedoria que é sim limitadíssimo quando não dependemos daquele que nos criou).
Ter fé é possível lendo, ouvindo e acreditando naquilo que está escrito na Bíblia que é a palavra de Deus escrita ao homem, como está escrito na Bíblia na carta de Paulo aos
Romanos no capítulo 10 versiculo 17 (A fé vem pelo ouvir o evangelho a respeito de Cristo) e o resumo de quem é Cristo está escrito em outra carta de Paulo aos
Colossenses Capitulo 1 versiculos de 15 a 23 que reproduzo aqui:

Cristo é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na Terra,
as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades, todas as coisas foram criadas através dele e para ele.
Ele é antes de todas as coisas, e através dele tudo subsiste. Ele é a cabeça da Igreja (não a reconhecida e vista pelo homens na Terra, esta Igreja é justamente os que acreditam nele por fé), ele é o princípio e
o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a supremacia.

Para aqueles que buscam respostas para todas as questões da vida, quero dizer que existe uma saída para todos esses problemas que nos levam a querer tirar a própria vida nesta terra...todas as respostas estão em conhecer Jesus Cristo...ele é o Filho de Deus enviado ao mundo para nos apresentar a Deus e nos fazer conhecer toda a história do homem...
Jesus Cristo não é uma personagem que apareceu e simplesmente sofreu e deixou bons exemplos que aplaudimos e nos emocionamos...para conhece-lo precisamos fazer o mesmo que fazemos quando queremos conhecer qualquer pessoa...precisamos nos RELACIONAR com ele, para conhecer a Cristo é necessário andar com ele como ele mesmo disse em João 6:53-57 (Quem se alimenta do que eu falo por mim viverá) ao entender o que Cristo nos diz aqui é possível entender o suicídio que relato aqui...deixar de viver para mim mesmo e viver acreditando em Cristo...viver por ele e me alimentando do que ele disse e continua dizendo.
É por isso que somente os que acreditam no evangelho pregado por Cristo poderão morrer e viver por Cristo ainda estando na Terra.

Um forte abraço de uma pessoa simples..como simples e verdadeiras são as palavras escritas acima...palavras de quem sabe o que é desespero e agonia... e da mesma forma que as verdades acima me fizeram livre, meu desejo é que faça o mesmo a todos...

Conhecereis a verdade e a verdade te libertará João 8:32.

Abraço.
Antonio Tomaz

Anonymous said...
26 October 2010 at 16:28  

Bravo, o seu discurso demagógico, Antonio Tomaz!

Roberta Reis said...
8 October 2012 at 11:44  

Post a Comment