Vamos falar de sexo?

Sunday, 24 January 2010

Sei que estou um bocado atrasada, mas finalmente assisti o filme Kinsey (Kinsey - vamos falar de sexo? para os brasileiros ou O Relatório Kinsey para os portugueses). O filme foi lançado em 2004 mas nunca tive oportunidade de vê-lo antes. Este post serve para recomendar o filme a todos os interessados em saúde mental, mais especificamente em sexualidade. Entretanto, ele só deve ser visto por maiores de 18 anos e com maturidade, pois apresenta um conteúdo extremamente adulto, com imagens gráficas da genitália e discussões, por vezes, perturbadoras mesmo nos dias de hoje.


Para quem não sabe, Alfred Kinsey foi um pesquisador americano, que investigou a sexualidade humana. Em uma época dominada pela psicanálise, que lançava hipóteses não testadas (mesmo que válidas em muitos casos) sobre a sexualidade, Kinsey utilizou estatística e sua formação como biólogo\zoólogo e investigou o assunto de um ponto de vista estritamente científico. Kinsey, desta forma, é considerado o pai da sexologia moderna. O filme trata o assunto com um equilíbrio maduro, sem fazer da personagem um herói abnegado e mostra suas qualidades obsessivas (fundamentais na personalidade de um bom investigador) e seu envolvimento e experimentação (muitas vezes chocante, mesmo nos dias de hoje) em assuntos de sexo.

Os Relatórios Kinsey, publicados ao final da década de 40, revolucionaram o entendimento da sexualidade tanto masculina quanto feminina (esta especialmente), mas também sofreram com algumas falhas metodológicas. Embora seu valor não possa ser negado, algumas críticas atuais foram bem demonstradas no filme, como o interesse extremo do pesquisador pelo desviante, que pode ter levado a algumas falhas estatísticas na generalização do relatório.

De qualquer forma, o filme é intenso e muito interessante, sendo recomendado para aqueles que iniciaram agora sua introdução ao assunto ou para aqueles que gostam de ver uma boa personagem.

Foto: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/e/e7/Kinsey_movie.jpg

Posted by Vanessa Marsden at 06:31  

0 comments:

Post a Comment