Mitos e verdades nos spams

Tuesday, 2 February 2010

Acredito que todos já receberam um email do estilo "Muito cuidado, alerta, passe a diante!". Devo confessar que gosto de receber este tipo de alerta dos meus contatos para ver até onde a ignorância e a atividade automática de passar lendas para a frente vai. Hoje, ao ler meus emails, encontro a seguinte pérola:


Perigo de Morte

É muito conveniente estar atento... O último sábado procurava um telefone público e encontrei um,apenas em frente ao estacionamento de Soriana(Pr Espanha). Estacionei a alguns metros mais atrás e desci do carro.Entretanto chegou um homem sem uma perna e com muletas. Perguntou-me se podia ajudá-lo a marcar um número,e deu-me o cartão de crédito para a chamada e um papel onde estava anotado o telefone. Com muito prazer para ajudar,peguei no papel e comecei a marcar o número. Então em poucos segundos comecei a sentir que desmaiava.Acontecia algo d anormal,corri para o carro e fechei-me enjoado.
Tonto,tentei ligar o carro e afastei-me um pouco,estacionando aì...Depois,não me lembro de mais nada. Mais tarde despertei enjoado,a cabeça estourava-me...consegui chegar até minha casa,seguindo de imediato para o hospital. Após os exames ao sangue,confirmou-se o que já suspeitava.Era droga que está de moda:a "Burundanga" ou "Escopolamina".
"Tiveste sorte,disse-me o médico".Não foi uma entoxicação,mas apenas a reacçao á droga...Não quero imaginar o que teria acontecido se os teus dedos tivessem absorvido toda a droga ou ficasses lá mais 30 segundos...! Com uma dose mais forte,um pessoa pode ficar até 8 dias desligada deste mundo.Nunca tinha pensado que aquilo se podia passar comigo! E foi tudo tão rápido...Escrevo não para os assustar,mas para os alertar.Não se deixem surpreender!Oxalá não aconteça nada com voçê! O médico do hospital(Dr.Raul Quesada)comentou que eram já vários os casos como este e falou dos mortos encontrados sem orgãos. Encontram-se restos dessa droga nos dedos dos mortos.Estão a traficar os orgãos!!!!!!!!!
Tenham cuidado e enviem a todos os familiares,amigos,vizinhos...Podem salvar uma vida!

A "Escolopamina ou Burundanga",usada também em medicina,provém da América do Sul e é a droga mais usada pelos criminosos(geralmente em número de 3) que escolhem as suas vítimas. Actua em 2 minutos,faz parar a actividade do cérebro e com ela os criminosos roubam á vontade as vítimas fazendo-lhes o mal que pretendem:Roubos,abusos,etc.E DEPOIS,NÃO SE LEMBRARÃO de NADA!!!Em doses maiores pode fazer a vítima entrar em coma e até levar à morte. Pode ser apresentada em rebuçados,doces,papel,num livro que se abre...um pano,que uma vez aberto,deixa escapar a droga em forma de gás...Cuidado com pessoas que vêm falar conosco,como se nos conhecessem...especialmente nas estações...Não deixe entrar estranhos em casa!!! Reenviem este alerta a toda a gente dos seus contactos.

O mais incrível é que o contacto inicial que re-encainhou para uma amiga minha que me direccionou o email é do quadro do Instituto da Droga e da Toxicodependência (IDT) em Portugal e deveria saber um pouco mais sobre o assunto ou pelo menos verificá-lo antes de encaminhar a seus contactos em email assinado da instituição.  Mas vamos aos fatos:

Escopolamina

A escopolamina é um alcalóide agonista muscarínico (efeito anticolinérgico nos receptores M1) obtida da classe de plantas Solanaceae, cujo exemplar mais conhecido é a belladona. Foi isolada em 1881 na Alemanha e tem muitas utilidades em medicina (em doses minutas). Um grande exemplo do uso deste medicamento é no caso de cólicas (tanto menstruais quanto intestinais), mas também pode ser utilizado no tratamento da náusea e vertigem e em oftalmologia (colírios para dilatação da pupila). Este último tipo de medicamento é um dos que é abusado por jovens e adolescentes. Como a substância tem diversos usos, a última parte do spam acima já está descartada (a que diz referência a que a droga vem da América do Sul, como se não existisse em mais nenhum lugar do mundo).

Abuso e dependência

A escopolamina já foi usada para tratar dependência química à heroína e cocaína. Entretanto, a substância é mais conhecida nesta área por seu potencial de abuso: embora incomum, o uso de preparados de escopolamina (associados ou não à opioides) para efeito euforizante existe. Existem referências ao uso dos colírios dilatadores por via oral para se atingir um estado de eurforia (com paralisia gravitacional como consequência). Ou seja: se o indivíduo faz uso do colírio estando sentado, poderá experimentar uma paralisia dos membros inferiores (pernas). Há risco de depressão e parada respiratória na overdose ou se fizer uso enquanto deitado. A dependência psicológica também pode se desenvolver, quando alguns utilizam a escopolamina pelo efeito tranquilizante.

Alguns podem fazer uso de preparados de alta dose, que são infusões de datura (belladona), com efeitos delirantes e alucinogênicos. A alucinação produzida pela escopolamina é comumente assustadora (e não prazerosa). Assim, o uso deste tipo de preparado é incomum fora de rituais religiosos específicos que empregam estas bebidas.
Belladona

Embora tenha citado o efeito tranquilizante, o uso transdérmico (como citado no spam) pode causar um efeito "rebote" colinérgico, que causa o contrário dos efeitos terapêuticos da droga: sudorese, coriza, cólicas abdominais, náusea, vômitos, vertigem, irritabilidade e diarréia.

Um toque de verdade:

Em um caso ilustrado em um episódio da série americana Crime Scene Investigators (CSI), uma gangue feminina realmente utilizou o medicamento em seus mamilos para fazer com que suas vítimas entregassem cartões de crédito e dinheiro. Em outro caso, em junho de 2008, mais de 20 pessoas foram hospitalizadas na Noruega após ingerirem comprimidos traficados de Rohypnol que na verdade continham escopolamina.

Referências:

ResearchBlogging.org

Putcha L, Tietze KJ, Bourne DW, Parise CM, Hunter RP, & Cintrón NM (1996). Bioavailability of intranasal scopolamine in normal subjects. Journal of pharmaceutical sciences, 85 (8), 899-902 PMID: 8863287

Phil Stewart. Drug Turns Crime Victims Into Zombies. http://www.biopsychiatry.com/scopolamine/borrachero.html

Jones DM, Jones ME, Lewis MJ, & Spriggs TL (1979). Drugs and human memory: effects of low doses of nitrazepam and hyoscine on retention. British journal of clinical pharmacology, 7 (5), 479-83 PMID: 475944

Grynkiewicz G, & Gadzikowska M (2008). Tropane alkaloids as medicinally useful natural products and their synthetic derivatives as new drugs. Pharmacological reports : PR, 60 (4), 439-63 PMID: 18799813

John J Bruns Jr. Toxicity, Anticholinergic. e-Medicine. http://emedicine.medscape.com/article/812644-overview

Fotos: http://www.blogger.com/post-create.g?blogID=6883984863814864292
http://imghost.indiamart.com/data/W/6/MY-282770/atropa-belladonna_250x250.jpg

Posted by Vanessa Marsden at 04:54  

3 comments:

Olá Parabéns pelo esclarecimento, sou do seu time, totalmente desconfiado desses e-mails espantosos... Penso com você, antes de repassar estas coisas as pessoas deveriam se dignar a fazer uma simples busca no google para descobrir a verdade.
Gostei muito do seu blog, tenho muitas de perguntas que gostaria de fazer a respeito da mente humana... porém só vou me atrever depois que ler todos os seu posts.

Mais uma vez, parabéns!

Alan Gleidson said...
17 October 2010 at 09:36  

A LEGAL MESMO O BLOG, V SALVAR EM FAVORITOS P DAR UMA LIDA NOS DEMAIS TEXTOS, TRABALHO C A AREA DE DQ... TB RECEBI O EMAIL... NOTEI Q QEM CRIOU ERROU ATÉ MESMO NO NOME DA "DROGA" ORA ERA ESCOPOLAMINA E DEPOIS ESCOLOPAMINHA....rss

Anonymous said...
20 March 2011 at 07:44  

Acabei de ler esse e-mail. Fiquei muito feliz de encontrar um texto com referências reais e confiáveis na internet sobre o tema. Também fiquei feliz em encontrar pessoas que também não gostam, nem repassam esses e-mails tolos em corrente. =) Parabéns.

Saulo said...
4 December 2011 at 08:08  

Post a Comment