Avaliação de Riscos e Manejo da Violência em Psiquiatria Geral

Thursday, 4 March 2010

Doença mental e violência


Swanson et al (1990)
Violência ocorre em 8% dos pacientes com diagnóstico de esquizofrenia, 13% dos pacientes com diagnóstico de esquizofrenia e uso de substâncias contra apenas 2% da população geral.

Monagham e Applebaum, 2000:
• Pelo menos um ato de violência era cometido nas 20 semanas após alta médica por 18,7% dos pacientes
• Uso de substâncias estava altamente associado com violência, seguido por transtornos de personalidade e outros transtornos psicóticos.
• Esquizofrenia estava associada à menor prevalência de atos de violência neste grupo (9%)

Estudos cohort desde o nascimento (Brennais et al, 2000): Aqueles que mais tarde desenvolvem doenças mentais apresentam risco aumentado de violência

Estudos em prisões:
Maiores taxas de doença mental na população prisional (9% - Taylor e Gunn, 1984). 7,2% daqueles que cometeram homicídios apresentavam esquizofrenia, quando comparados a apenas 1% na população geral

A proporção de indivíduos com doença mental que realiza atos de violência varia com a taxa de violência dentro de uma população: Será menor quanto maior a taxa de violência da mesma população.

*Pacientes esquizofrênicos são mais provavelmente vítimas que perpretadores*

Dinâmica e estatística dos fatores de risco

Risco pode ser classificado em:

Estatístico (aquele que não pode ser alterado – menos útil para manejo e tratamento)
• Idade
• Sexo masculino
• História sócio-econômica
• História de transtornos de conduta
• História pregressa de violência

Dinâmico (pode ser alterado com tempo)
• Abuso de drogas
• Sintomas psicóticos ativos
• Insight
• Raiva
• Circunstâncias sociais
• Traços de personalidade

Desvinculamento de laços afetivos precoces e exposição a experiências adversas na infância pode levar à
• Psicopatologia (mais tarde no desenvolvimento)
• Inabilidade de se relacionar apropriadamente (mais provável de responder com raiva/agressão)
• Desenvolvimento subsequente de transtornos mentais ou criminalidde

Sintomas psicóticos

Conexão entre comportamento antissocial e
• Delírios persecutórios (Swanson et al, 2006)
• Suspeição (Swanson et al, 2006)
• Alucinações (particularmente as de comando)
• Delírios nos quais está a ser ameaçado
• Delírios paranóides de controle pessoal sendo retirado
• Delírios de ciúmes e ataques em parceiros

*Sintomas negativos parecem diminuir o risco de violência (Swanson et al, 2006)

Foto: http://2.bp.blogspot.com/_KPljJfZDDsc/R1rklQAo2GI/AAAAAAAAAG0/9KmmTM03aVY/s320/intrusive%2Bthoughts.JPG

Posted by Vanessa Marsden at 03:28  

0 comments:

Post a Comment