Psicopatologia Compreensiva

Monday, 13 September 2010

Psicopatologia fenomenológica: baseia-se na nossa capacidade de empatizar com os outros.
imitação - mais externo que interno
identificação - externo e interno
compreensão - mais interno que externo

"O primeiro passo para a a apreensão científica do psíquico é separar, delimitar, distinguir e descrever determinados fenômenos vividos, que assim são representados claramente e designados regularmente por uma determinada expressão" Karl Jaspers

Indivíduos estão todo o tempo a elaborar juízos de valor e juízos reducionistas.

Este ramo da ciência entende o paciente como:

  • objeto significativo - para o observador (apresentação, postura, morfologia, mímica e expressão, motricidade, contato, linguagem e obras)
  • objeto de intenções viradas para o mundo (impulsos, vontade, sentimentos)
  • objeto de si próprio - consciência (estado momentâneo da consciência, continuidade, reflexibilidade, clareza, orientação, campo e atenção)
  • construtor de signos - a percepção de objetos reais (pensamento, raciocínio ou forma, juízos, conteúdos, representação, imaginação, concentração e recordação, sensopercepção)
Compreensão estatística
É a compreensão do fenômeno a primeira vista. Se coisas são significativas ou não.

Compreensão dinâmica
Ecadeamento de sintomas: procura motivos para o fenômeno.

Compreensão/Explicação

Reação
Corresponde a qualquer acontecimento da vida que fez mudar o mode de ser. Desaparece após acontecimentos. Como exemplo, reação fóbica, reação paranóide, obsessivo ou paranóide.

Desenvolvimento
De uma reação a uma mudança que se perpetua

Crises
Períodos específicos: saída de casa para escola, adolescência, crises conjugais

Fase
Um indivíduo com uma personalidade, sem qualquer motivo aparente de repente muda. Ex: uma pessoa que de repente fica muito feliz/eufórica. Se volta ao normal é uma fase. Ex: fase depressiva, maníaca. Implica em volta ao normal.

Surto
Houve uma mudança e a pessoa nunca mais volta a ser o que era.




Processo
Há uma situação em que a pessa muda e não volta mais a ser o que era.



Patologias

Doenças compreensíveis (reações, desenvolvimentos e crises)
Reações neuróticas, neuroses instituídas
Perturbações de personalidade
Reações paranóides e estados iniciais das paranóias
Crises ansiosas e depressivas

Doenças incompreensíveis (não explicadas - surtos, processos e fases)
Esquizofrenia
Mania e depressões endógenas
Psicoses atípicas

Doenças incompreensíveis, mas explicadas por alterações corporais (processos e ataques orgânicos)
Síndrome cerebral orgânica
Psicoses sintomáticas e orgânicas

Na Psicopatologia Compreensiva a percepção de um objeto é de todas as perspectivas (mesmo que não veja um lado, imagina-se). Implica em transcendência e na capacidade do examinador em transferir-se para outros para entender, colocar-se no lugar do objeto. Pertencemos uma comunidade inter-subjetiva (todos colocamo-nos no lugar dos outros) com exceção de esquizofrênicos.

Avaliação da esquizofrenia na psicopatologia compreensiva:

Apresentação
Bizarra, excêntrica, extravagante, pretenciosa, amaneirada, desleixada, subcultural

Postura
Retraída (em reflexão), defensiva, expansiva, desafiadora, rígida, catatônica, flexibilidade cérea, catalepsia, distônica, inadequada

Morfologia
Endomórfica - mais virados para si
Mesomórfica - mais preparados para ação, para si
Ectomórfica - mais sensíveis ao mundo
Dismórfica

Mímica, expressão, motricidade
Hipermimia, hipercinesia, amimia, acinesia, paramimia (expressões mímicas contraditórias), paracinesias
Agitação, inquietação, acatisia, taquicinesia, discinesia, rituais compulsivos, tiques, maneirismos (movimento normal dentro de movimento com sentido), estereotipias (movimentos sem sentido), sincinesias, automatismos, córeo-atetose, mioclonias, tremores, apraxia, ataxia, abasia.

Contato
Expansivo, defensivo, submisso, sugestionável, em oposição, negativismo, autismo, indiferente, empátivo, mimético (ecopraxia, ecolalia), superficial

Linguagem e voz
Mutismo, verborréia, verbigeração, perseveração, palilalia, logoclonia, pedolalia, coprolalia, afasia, disfasia, disgrafia, afonia, disfonia, dislalia.

Posted by Vanessa Marsden at 07:43  

0 comments:

Post a Comment